teste Vamos lá mostrar o que fizemos! – LIDIA (Biblioteca de Atividades Online)

Vamos lá mostrar o que fizemos!

Descrição Breve

A divulgação de atividades, por exemplo através de vídeos, está cada vez mais na ordem do dia nas escolas. É no entanto ainda pouco frequente o envolvimento dos próprios alunos na sua construção. Esta atividade foi desenhada tendo por base esta necessidade. O objectivo é a construção de um vídeo que retrate uma atividade realizada na escola.

Justificação

Usar programas como o Windows Movie Maker para editar, produzir e publicar reportagens feitas pelos alunos, dá-lhes um toque profissional e aos alunos a vivência de uma experiência da vida real. Aliando esta atividade a outras disciplinas, como o português, este tipo de trabalhos pode ser útil no reforço da motivação para a aprendizagem da escrita.

Aprender o quê?

  • Conceber e produzir um vídeo de divulgação.
  • Desenvolver a aprendizagem da escrita.

O Windows Movie Maker é uma ferramenta de edição de vídeo do sistema operativo Windows que permite criar vídeos, com efeitos e transições, a partir de imagens e fotos. Caso utilize um computador com o sistema operativo OS X pode utilizar o iMovie.

Pode também optar por uma ferramenta online gratuita para edição de vídeo como o Animoto.  Esta ferramenta disponibiliza um vasto conjunto de funcionalidades que permitem ao utilizador escolher o tema do vídeo (entre os vários disponibilizados pela ferramenta), importar músicas de fundo, imagens, vídeos (da biblioteca, de redes sociais em que o utilizador esteja registado, de ficheiros no seu computador) e adicionar pequenos textos. Para além de permitir partilhar os vídeos criados, permite também descarregá-los para o computador. Está disponível em https://animoto.com/.

O Youtube é um site que permite carregar, editar e partilhar vídeos em formato digital. Está disponível em https://www.youtube.com/, é grátis e necessita de registo ou de uma conta Google.

A Dropbox é uma ferramenta de armazenamento e partilha de dados (ficheiros multimédia). Ao armazenar ficheiros da Dropbox ficam sincronizados com todos os dispositivos, e pode aceder e partilhar esses ficheiros com facilidade através de um computador, tablet ou smartphone. É grátis e encontra-se disponível para download em https://www.dropbox.com/.

Descrição da atividade

Os alunos deverão escolher previamente as imagens que irão usar. Podem ser vários clipes curtos ou fotos. Este material pode ter sido feito durante uma aula de Expressão Físico-Motora, durante a realização de uma experiência ou numa visita da escola. Cabe-lhe a si e aos alunos decidirem qual material a ser usado.

Previamente deverão fazer um guião simplificado para o storyboard, o que facilitará a edição posterior do vídeo.

Trabalhe com os alunos as principais ferramentas da aplicação de edição de vídeo escolhida, de forma a dar-lhes autonomia posteriormente na realização do trabalho. Os alunos deverão importar os ficheiros para o software escolhido (todos funcionam mais ou menos da mesma maneira) e organizar a trilha sequencialmente na ordem que pretenderem.

Chame a atenção dos alunos que o filme deverá ter título e ficha técnica. Podem adicionar música de fundo e escolher transições entre as imagens.

Sugira que visualizem o filme antes de o publicarem. Sugira também que o publiquem online, por exemplo no YouTube ou noutro sítio similar, e que o divulguem no blogue ou na página da escola.

Podem ainda enviá-lo aos pais usando o correio eletrónico, a Dropbox, o Moodle da escola, ou um sítio de envio de ficheiros como o Wetransfer.

Sequência

  1. Escolher previamente os ficheiros a usar no vídeo.
  2. Criar o guião do vídeo.
  3. Explorar as funcionalidades do software de edição de vídeo.
  4. Importar os ficheiros para o software e organizá-los de acordo com o guião, construindo um vídeo.
  5. Visualizar o filme, publicá-lo online, divulgá-lo no blogue ou na página da escola e enviá-lo aos pais por correio eletrónico ou similar.

Sugestões & Dicas

Se usar o Youtube, pode tornar o vídeo privado, reservando o seu acesso. Neste caso, os alunos podem enviar a ligação aos pais por correio eletrónico. Pode ainda copiar o código do vídeo e colocá-lo na página da escola.

Se quiser que os alunos aperfeiçoem os filmes que fizeram, sugira que mudem a cor/fonte dos títulos de abertura e da ficha técnica. Podem manipular as transições de slides (fade in/out) etc., e adicionar uma música ou associar comentários sobre a trilha do filme.

Proponha fazer um passeio matemático com os alunos para encontrar ângulos, formas, fractais, padrões na natureza, linhas paralelas etc. e aponte-os. Filme-os durante o percurso. Aproveite para falar sobre a visualização de planos, mapas, criando recursos com os alunos. Localizar a escola no Google Earth pode ser uma boa escolha.
Ou leve os alunos a fazer alguns minutos de filme sobre, por exemplo, o tráfego, o mercado, os animais num campo, crianças a brincar e use como base para escrever uma história.

Também pode sugerir fazer um vídeo com base na gravação de 30 segundos todos os dias, por exemplo de ovos de bichos da seda ou de girinos e filmar com mais frequência quando as mudanças estão a suceder-se rapidamente. Sugira a elaboração de um roteiro para as filmagens.

Pode adaptar esta atividade e fazer um alfabeto em vídeo. As crianças mais jovens desenham as letras coloridas do alfabeto. Seguram-nas e filmam-se alternadamente dizendo a letra. As crianças mais velhas podem fazer desenhos para ilustrar cada letra por exemplo, animais, pássaros, carros, cães etc.. Ou experimente filmar uma atividade de Expressão Físico-Motora ou dança ou teatro e use-a como base para um aperfeiçoamento.

Proponha aos alunos filmarem as suas atividades favoritas na escola. Partilhe isso com os pais, por exemplo, em reuniões ou através do sítio da escola. Ou proponha que tragam notícias que viram na TV para ler na escola ou criar um jornal de notícias da turma (faça o ecrã da TV com uma caixa de papelão).

Sugira aos alunos a gravação de entrevistas (Presidentes da Câmara, funcionários locais, policias, enfermeiros, etc). Também pode propor a criação de histórias gravadas em vídeo; um filme para ilustrar um poema; um anúncio para um livro favorito, um local para visitar ou razões para fazer reciclagem; um vídeo que mostre a mudança das estações às turmas mais novas; ou um filme sobre o que aprenderam numa viagem de estudo ou numa visita ao campo.

Aproveite esta atividade para trabalhar com o efeito de tela verde. Filme os alunos contra um fundo azul ou verde e use o software para adicionar o que quiser como plano de fundo, como por exemplo entrevistas a pessoas famosas em diferentes países.

Apresente um enigma à turma, (por exemplo, problema de lógica) e solicite a filmagem das soluções. Descubra se as explicações dos alunos são mais claras quando sabem que estão a ser filmados.

Grave eventos realizados na escola. Entreviste o elenco sobre o que sentiram antes e depois do espetáculo. Faça a gravação dos ensaios, ou das crianças a fazer os cenários ou a confecionar o guarda roupa. Entreviste o público após o espetáculo. Adicione um clipe com um aluno a fornecer algumas informações básicas sobre o dramaturgo, o compositor, etc.

Segurança & Identidade Digital

Use as opções de segurança do YouTube e verifique se tem as devidas autorizações para publicação de imagens e vídeos.

 


logo LIDIA

Projeto LIDIA – Literacia Digital de Adultos
Instituto de Educação, Universidade de Lisboa, 2016
Sítio do projeto: lidia.ie.ulisboa.pt

Atividade originalmente elaborada no âmbito do projeto TACCLE2 em 2013
Atividade adaptada por Mariana Tempera e revista por Catarina Gonçalves para a Biblioteca de Atividades Online (BAO) do Projeto LIDIA em fevereiro de 2016.

CC88x31

Esta atividade pode ser usada, copiada, reproduzida, modificada, publicada e transmitida em todos os tipos de media ou métodos de distribuição já disponíveis ou que venham a ser desenvolvidos, bastando para isso fazer referência aos autores e ao Projeto TACCLE2 e à Biblioteca de Atividades Online (BAO) do Projeto LIDIA.